Desperdício

Se usássemos cada minutos e energia que gastamos julgando os “coleguinhas” (conhecidos ou estranhos) para resolver problemas/inquietações que afligem nossa vida ou correndo atrás de nossos projetos/sonhos seríamos mais felizes e o mundo seria infinitamente mais legal.

Sua opinião sobre uma pessoa, especialmente em se tratando de “estranhos”, não muda a vida dela (e menos ainda a sua).

Faça a conta do tempo que gasta postando mensagens indignadas por conta da vida alheia ou apontando o dedo (mesmo que muitas vezes apenas mentalmente e/ou pelas costas). Agora, imagina “poupar” essa energia para usar em pensamentos e ações que façam bem (de verdade e de modo efetivo) ao seu coração?!

Foco no que importa: estar ao lado das pessoas que afloram a melhor versão de você mesma e deixar que cada um viva da forma que quiser. Como disse o poeta, “cada um sabe a dor e a alegria de ser quem é”. Simples assim!

Deixe uma resposta